Portugueses compram cada vez mais pelo preço e não pela qualidade

Portugueses compram cada vez mais pelo preço e não pela qualidade

É cada vez maior o número de portugueses que escolhem os produtos pelo preço. A qualidade motiva um número tendencialmente mais baixo de consumidores.
A tendência tem-se acentuado nos últimos seis anos. Em 2008, 78% dos inquiridos, num estudo da Marktest, mostravam-se motivados pelo preço e 71% pela qualidade, hoje os números são, respectivamente, de 85% e 61%. O estudo TGI da Marktest revela que é maior o número de residentes no Continente, com 15 e mais anos, que admite escolher produtos com preços baixos com frequência, do que o número dos que dizem apenas comprar produtos de boa qualidade, para eles próprios ou para suas casas. Na seguna vaga de 2014, 68% dos indivíduos das classes mais elevadas dizem apenas comprar produtos de boa qualidade. O mesmo acontece em 57% dos indivíduos das classes mais baixas. Os dados e análises apresentadas fazem parte do estudo TGI, propriedade intelectual da Kantar Media, e do qual a Marktest detém a licença de exploração em Portugal. O estudo recolhe informação para 17 grandes sectores de mercado, 280 categorias de produtos e serviços e mais de 3000 marcas.
Meios&Publicidade, 24 de Novembro de 2014 por Ana Catarina Monteiro