O sector do turismo é o mais representativo em termos de exportações de serviços em Portugal, sendo responsável por 42,5% do total em 2011, com variações homólogas positivas até aos dados mais recentes, relativos a Julho deste ano. De acordo com valores do Banco de Portugal, em Julho de 2012 as exportações de serviços no sector do turismo cresceram 8,3% face ao período homólogo de 2011, depois de um aumento de 4,1% no segundo trimestre e 7,2% nos primeiros três meses do ano. Por seu lado, no total da economia, um número muito debatido dentro do ramo, o turismo representava 9,2% do produto interno bruto (PIB) em 2010, segundo dados reunidos pelo Turismo de Portugal a partir do Instituto Nacional de Estatística. O banco central, no seu boletim de Verão, sublinhou que as exportações do turismo devem ter uma “evolução favorável” este ano, contrariando a tendência dos serviços em geral em 2012.

Contributo de 1267 milhões para a balança corrente

Já em termos de importações, o turismo representou 26,1% do total em 2011, tendo-se verificado uma redução de 3,7% no segundo trimestre deste ano. Desta forma, “no segundo trimestre de 2012, o saldo da balança turística prestou um contributo de 1267 milhões de euros no saldo da balança corrente, que assim atingiu um saldo negativo de 1158,8 milhões de euros”, podia ler-se no documento de Setembro sobre os resultados do sector do Turismo de Portugal. “A balança corrente, sem o contributo do sector do turismo, atingiu um saldo negativo de 2425,8 milhões de euros, no segundo trimestre deste ano, valor que correspondeu a um crescimento, face ao trimestre homólogo de 2011”, acrescentavam os autores. A taxa de cobertura da balança turística foi de 273,9% em 2011, tendo crescido 32,7 pontos percentuais no segundo trimestre deste ano face ao mesmo período do ano passado.

Diário Económico, 10.10.2013
http://economico.sapo.pt/public/uploads/especiais_sp/desafios.pdf

LUSA e PÚBLICO, 27/09/2012 – 08:13