PENT: receitas do turismo vão crescer 6,3% ao ano

As receitas do sector do turismo vão crescer, em média, 6,3 por cento ao ano e as dormidas subirão 3,1 por cento. Estas são as previsões do novo Plano Estratégico Nacional para o Turismo (PENT), apresentado na terça-feira em conferência de imprensa pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira. Em termos de mercados emissores de turistas o Governo quer apostar em três grandes grupos: geografias de alto crescimento, como Brasil ou Rússia, revitalização dos principais mercados, como o Reino Unido, a Alemanha, Holanda, Portugal e Espanha, e diversificação para a América Latina e EUA. Com o PENT passará também a existir é uma monitorização regular do cumprimento e adequação das metas definidas.

O plano terá uma avaliação trimestral, que será coordenada pelo Turismo de Portugal, e um balanço ao final dos três anos. O novo plano já começou a ser posto em prática com o plano de ação para o mercado residencial e o Governo espera em breve avançar para outros dois produtos considerados estratégicos para o sector: a saúde e o património. Nesta terça-feira, o ministro da Economia referiu que haverá novidades em breve nestas duas áreas, especialmente no que diz respeito ao turismo de saúde, que resultará da articulação entre a tutela de Álvaro Santos Pereira e a de Paulo Macedo.

“O trabalho está bastante avançado”, afirmou. O turismo residencial, focado na venda de imobiliário turístico, de saúde e de património são três dos dez produtos definidos pelo Governo como estratégicos para o sector. Da lista fazem ainda parte o turismo religioso, de estadias de curta duração em cidade, de negócios, de natureza, de gastronomia e vinhos, de golfe, naútico e ainda sol e mar.

Fonte: Público
Welcome, 02-04-2013