A Winetourism.com realizou uma investigação para apurar os impactos da COVID-19 na indústria vitivinícola, bem como as prospectivas dos empresários para o futuro do enoturismo.

No panorama português, o estudo concluiu que:

  • A pandemia afetou o sector enoturístico português em grande escala, com cerca de 65% dos empresários a perderem mais de metade da sua receita;
  • Cerca de 89% dos empresários portugueses viram o seu número de visitantes internacionais reduzido, sendo que para 57% dos vitivinicultores a perda esteve na ordem dos 90%;
  • A maioria dos empresários portugueses acredita que o sector enoturístico será capaz de recuperar dos efeitos da COVID-19 em 2022;
  • Mais de 40% dos vitivinicultores está incerto do futuro da sua vinícola em termos de investimento. Aproximadamente, 35% dos que têm prospectivas de investimentos futuros acredita que este investimento será superior a anos anteriores;
  • Mais de 78% dos empresários do sector vitivinícola está certo de que o enoturismo crescerá nos próximos 10 anos.

Veja as respostas dos empresários portugueses:

1. Qual é o volume de negócios da sua vinícola em enoturismo durante 2020, em comparação com o ano anterior?

 Qual é o volume de negócios da sua vinícola em enoturismo durante 2020, em comparação com o ano anterior?

2. Qual é o nível de visitantes internacionais na sua vinícola durante 2020, em comparação com o ano anterior?

Qual é o nível de visitantes internacionais na sua vinícola durante 2020, em comparação com o ano anterior?

3. Quando é que a sua actividade de enoturismo voltará aos níveis normais?

Qual é o nível de visitantes internacionais na sua vinícola durante 2020, em comparação com o ano anterior?

4. Qual será o investimento da sua vinícola no enoturismo, após a COVID-19?

Qual é o nível de visitantes internacionais na sua vinícola durante 2020, em comparação com o ano anterior?

5. Como vê o desenvolvimento do enoturismo na sua região nos próximos 10 anos?

Qual é o nível de visitantes internacionais na sua vinícola durante 2020, em comparação com o ano anterior?

Fonte: Winetourism.com

Imagem: Elle Hughes