O Museu Calouste Gulbenkian, associado do Turismo de Lisboa, é um dos sete melhores do mundo, na categoria de pequenos museus, segundo o prestigiado site de viagens norte-americano The Savvy Explorer.

O editor do site, Michael Tulipan indica que este espaço cultural de Lisboa acolhe 6 mil obras de arte reunidas por Calouste Gulbenkian, um “coleccionador ávido”. Mediante um percurso expositivo montado por ordem cronológica e por área geográfica, o museu proporciona ao visitante uma viagem pela história mundial da cultura humana, região por região, escreve Tulipan no artigo publicado neste site, visitado diariamente por mais de 2 mil internautas.

Dos sete pequenos museus que integram a lista do TheSavvyExplorer – www.thesavvyexplorer.com –, quatro são europeus e três norte-americanos. O Museu Calouste Gulbenkian é o 1.º espaço cultural europeu referenciado, seguindo-se o Kunsthaus, em Zurique, o Musee de l´Orangerie, em Paris, e a Peggy Guggenheim Collection, em Veneza. Nos Estados Unidos, os preferidos são o The Clark (Massachusetts), The Frick Collection (Nova Iorque) e o Phoenix Museum of Art (Arizona).

Ao justificar as escolhas, o editor explica que as grandes cidades, a nível mundial, possuem centros de arte famosos – como o MOMA, em Nova Iorque, o Louvre, em Paris, ou o Prado, em Madrid –, que recebem um grande número de visitantes. Porém, outros museus mais pequenos podem merecer também uma visita, uma vez que, para além de proporcionarem uma visão mais concisa sobre um período ou artista, revelam-se excelentes escolhas para os visitantes que têm limitações de tempo ou para aqueles que visitaram já os grandes museus.

O TheSavvyExplorer é um site – que também edita guias sobre cidades – dirigido a turistas que pretendem tirar o máximo partido das suas viagens sem gastar muito dinheiro, mas apresenta igualmente sugestões sobre os melhores restaurantes, hotéis e locais para visitar. O site TheSavvyExplorer está, neste momento, a preparar um guia sobre Lisboa.

Fonte: LPM
Briefing, 20.01.2011