O que está a mudar nas compras dos portugueses

3 de Novembro de 2008

O que está a mudar nas compras dos portugueses

O que está a mudar nas compras dos portugueses

Já está nas bancas o segundo número da revista M, uma publicação editada pelo Meios & Publicidade. Em contagem decrescente para o Natal, esta edição é totalmente dedicada ao consumo. As mudanças nos hábitos de compra dos portuguesas, o gigante Dolce Vita Tejo, a Avenida de Liberdade de Lisboa, as novas lojas do Porto, o comércio electrónico e as lojas do futuro são alguns dos temas em destaque. Dizemos quem é quem no marketing da distribuição e apresentamos os conceitos que fazem falta no retalho nacional. Além disso, explicamos como abrir e organizar um espaço comercial, qual a importância de uma montra e de um empregado que saiba proporcionar uma boa experiência de consumo. Conheça em pormenor os temas desta edição. Boas leituras e boas compras.

Radiografia à carteira dos portugueses
As famílias portuguesas apresentam comportamentos contraditórios perante (mais um) momento de aperto do cinto. Conheça os números e as reacções das marcas.

Um gigante às portas de Lisboa
Apresentamos o projecto do Dolce Vita Tejo, que vai surgir em Maio de 2009 como o maior centro comercial de Portugal, reforçando a deslocalização dos principais espaços de compras para a periferia. O sociólogo Alberto Gonçalves e o arquitecto João Rafael Santos analisam o fenómeno dos centros comerciais em Portugal.

Fragilidades de uma avenida sinónimo de elegância
Preferida pelas marcas de luxo, a Avenida da Liberdade não se traduz apenas em couture e produtos de consumo ao alcance dos happy few. Aos poucos, o brilho vai-se perdendo na principal artéria lisboeta.

O outro comércio do Porto
São lojas que fogem ao habitual. Encontram-se agrupadas em ruas como a Miguel Bombarda e a Cândido dos Reis, integrando comércio, arte e revitalização da cidade

A minha loja está em todo o lado
Até 2011 o comércio electrónico em Portugal deverá representar receitas na ordem dos 1,5 mil milhões de euros. Conheça alguns case studies de marcas nacionais que apostaram no canal online.

As lojas do futuro
SMS para evitar filas de espera, provadores de roupa interactivos e sistemas que permitem pagar em poucos segundos são algumas das soluções que as marcas estão a adoptar para criar uma experiência de loja diferenciadora.

Quem é quem na distribuição
Gerem alguns dos maiores orçamentos publicitários do país e delineiam as políticas de marketing das insígnias da distribuição. Conheça os rostos dos directores de marketing e os seus percursos profissionais.

Os conceitos que fazem falta
De Madrid, Londres, Tóquio, Buenos Aires e Rio de Janeiro vêm alguns conceitos de restauração e retalho que poderiam ser aplicados a Portugal.

Entrevista: “O Colombo é um case study mundial”
A Sonae Sierra, além em Portugal, está presente em Espanha, no Brasil, na Alemanha, na Itália, na Grécia e no Brasil. Tiago Vidal, director de comunicação corporativa da empresa, analisa como os centros comerciais se tornaram locais incontornáveis de consumo.

Como tocar o consumidor
As sete estratégias e as tendências que podem ajudar as marcas a demarcar-se no mundo do retalho.

Como planear um espaço de consumo
O designer Frederico Monte Correia apresenta os passos para planear um espaço comercial.

Os bastidores das montras
O que distingue as montras do El Corte Inglés das das lojas de rua?

O empregado exemplar
Dar os “bons-dias” e evitar o “não sei” são apenas duas dicas que ajudam a que um empregado de uma loja proporcione uma boa experiência de loja. Mas há mais.

Making Of
Os bastidores das acções de comunicação da Ford, Vobis, Chic, Lameirinho, Dove, McDonald’s, Sagres, TMN e Zon Lusomundo.

As lojas preferidas de…
António Quina, Vanessa Romeu, Carla Cruz, Miguel Ralha, Paulo Henriques, Susana Monteiro Machado, José Manuel Costa e Teresa Lança.

Imagem de mohamed hassan no PxHere