Este artigo de opinião, da autoria de Raquel Ribeiro da Querer Além, foi originalmente publicado na newsletter da Alen+Quer Inovar de Dezembro de 2020.

O marketing digital é uma fonte de oportunidades para vender mais, a mais pessoas, mais distantes, com margens maiores e fortalecendo a imagem da sua marca.

Nas últimas décadas, a digitalização da sociedade influenciou fortemente as práticas comerciais. O marketing e a comunicação evoluíram dos canais pessoais para os digitais e, além de vendedores em loja, visitas, feiras e uso do telefone, desenvolveu-se o recurso a e-mails, SMS, websites, chats, reuniões em ambiente virtual e programas de fidelidade de base online. A comunicação multicanal (online ou offline) evoluiu para a comunicação omnicanal (online e offline) para oferecer ao consumidor uma experiência de contacto contínua ao longo dos vários canais, tanto de comunicação como de distribuição.

Porquê vender no digital?

  • Inclui todas as gerações;
  • Complementa a venda presencial, sempre que esta não seja possível ou conveniente;
  • Oferece conteúdos e relevância à pesquisa online desenvolvida pelo consumidor;
  • Gera mais possibilidades de recordação e partilha, a mais pessoas, durante mais tempo;
  • Permite espelhar e fortalecer os valores e benefícios da marca original.

A venda e a comunicação online têm algumas particularidades e requisitos, a considerar:

  • Impressionam pelas imagens (que têm que ser bonitas, chamativas, variadas em conteúdo mas coerentes graficamente);
  • Devem estar preparadas para diferentes dispositivos (incluindo telemóveis e tablets);
  • Exigem novidades frequentes e diversificação de conteúdos (sem repetições, nomeadamente entre plataformas de redes sociais);
  • Resultam melhor quando são sobre pessoas (caras de pessoas, histórias de pessoas, feedbacks de pessoas);
  • Assentam numa boa história e desenvolvem novas histórias;
  • Alargam a noção de “conversa” a mais interlocutores em simultâneo.

Portanto, o marketing digital é uma fonte de oportunidades para vender mais, a mais pessoas, mais distantes, com margens maiores e fortalecendo a imagem da sua marca. Se já trabalhava bem a sua capacidade de resposta, a fidelização dos seus clientes e a comunicação bidireccional, é só continuar a fazê-lo (bem), com as necessárias adaptações. Se for a sua primeira vez, a boa notícia é que já há muitos especialistas que irão dar-lhe boas ajudas.

Votos de muito sucesso para as suas vendas digitais!

Imagem: Marek Levak