Começarei por fazer-lhe um convite para dedicar alguns minutos a sonhar. Pense no que gostaria de conseguir – hoje, daqui a um ano, para a sua vida.

Quantas das coisas que gostaria de conseguir dependem da colaboração e da boa vontade de outras pessoas? Acabar o curso, ter relacionamentos felizes, conseguir um bom emprego, comprar coisas e viver experiências que lhe trarão realização – para tudo isto, precisará de familiares, amigos, namorados, professores, colegas, empregadores, vendedores e ainda vários estranhos cujos caminhos se cruzarão temporariamente com o seu. Certo?

Pois bem, reparará que nalgumas circunstâncias parece fácil ter os outros a nosso favor e obter deles o que precisamos e queremos…mas, em muitas outras, essa conquista é mais desafiante. Existirá alguma forma de termos mais sucesso quando temos que pedir atenção, receber afecto, merecer respeito, obter dinheiro?

A boa notícia é que sim, existe e chama-se Marketing. A outra boa notícia é que, contrariamente ao que poderá ter ouvido, o Marketing pode fazer muitas coisas positivas pela humanidade em geral, desde que eticamente utilizado. Bem-vindo(a) ao maravilhoso mundo do Marketing e a tudo o que ele pode fazer por si. Pronto(a) para começar?

Pois então leia bem isto: só conseguirá o que quer dos outros, se os compreender e contribuir para satisfazer as necessidades deles. Ou seja, para conseguir o que quer, deverá estar na disposição de dar aos outros algo que seja importante para eles. Isto dito, e enquanto começa a melhorar a sua simpatia, familiarizemo-nos com alguns princípios de Marketing.

O Marketing é um conjunto de conhecimentos e procedimentos científicos para fazer os outros indivíduos comportarem-se de acordo com os objectivos de quem o pratica (Ribeiro & Soares 2015a). Tais objectivos podem incluir a venda de produtos e serviços, a mudança de atitudes e comportamentos, a conquista de satisfação e a motivação para aderir a causas. Para atingirem os seus objectivos, indivíduos e organizações oferecem valor a outros indivíduos e organizações, designados pos consumidores (ou clientes). Este valor traduz-se na satisfação de necessidades e desejos de consumidores (ou clientes), num processo relacional de benefício recíproco que se traduz numa troca. O recurso ao Marketing decorreu, historicamente, de uma necessidade vital de indivíduos e organizações: ganhar dinheiro.

Este livro resulta da experiência académica e profissional de uma equipa de docentes, investigadores e marketeers com ligação aos cursos de Comunicação do ISCSP da Universidade de Lisboa. Qualquer que seja a orientação vocacional ou profissional do leitor – quer na área da Comunicação Estratégica, incluindo Assessoria, Estudos do Consumidor, Estudos de Mercado, Marketing, Publicidade e Relações Públicas, quer noutras vertentes, como a Gestão dos Meios e o Jornalismo – o Marketing é uma disciplina basilar da sociedade de consumo actual.

Espreite aqui o conteúdo deste livro e contacte-nos: