O LinkedIn é a rede social profissional de referência em Portugal. Com mais de 2 milhões de utilizadores e perto de 40 mil empresas registadas, o LinkedIn é uma plataforma fundamental para expandir a sua rede de contactos e desenvolver o seu networking.

Neste artigo explicamos-lhe como criar a sua conta profissional no LinkedIn, como preencher as suas informações e como aumentar a visibilidade do seu perfil.

1. Como criar uma conta no LinkedIn?
  1. Entre no website (www.linkedin.com).
  2. Clique em “Cadastre-se agora”.
  3. Adicione os dados solicitados – Email e Senha e clique em
    Aceite e cadastre-se”.
  4. O LinkedIn irá então pedir-lhe para inserir os seguintes
    dados: Nome e Sobrenome; Localidade; Cargo e Empresa mais
    recentes.
  5. Após inserir estes dados, ser-lhe-á pedida a confirmação do
    seu email
    através de um código de acesso que lhe será enviado
    para o email.
  6. Adicione o código recebido e clique em “Aceitar e
    confirmar
    ”.
  7. Após estes passos o LinkedIn irá pedir-lhe que preencha
    vários campos; sempre que possível clique em “pular”.
2. Como configurar o meu perfil no LinkedIn?

As pessoas tiram as suas primeiras impressões em apenas 8 segundos e um perfil completo é meio caminho andado para cativar potenciais contactos.

  1. Fotografia → escolha uma foto profissional, com boa resolução e um fundo discreto, para evidenciar as suas características.
  2. Imagem de capa → a sua imagem de capa deve estar relacionada com o seu posicionamento / atividade profissional. Poderá criar uma imagem ao seu gosto, através de plataformas como o Canva, ou recorrer a bancos de imagens gratuitos (como o Pixabay ou o Free Pik).
  3. Nome → não é necessário colocar o seu nome completo. Deverá colocar o nome pelo qual é conhecido profissionalmente.
  4. Título profissional → é das informações mais importantes do seu perfil, uma vez que serve como palavra-chave para outras pessoas encontrarem a sua página.
    • Indique as suas especialidades e funções através de palavras-chave;
    • Coloque, no máximo, 3 funções no seu título;
    • Evite ser demasiado vago ou demasiado criativo: escolha títulos específicos, mas que possam funcionar como palavra-chave para que o seu perfil seja encontrado.
  5. Sobre → deve ser um texto curto, que possibilite que os visitantes da sua página saibam quem é enquanto profissional. Utilize palavras-chave relacionadas com o posicionamento pretendido e com as actividades que desempenha e/ou pode vir a desempenhar. Lembre-se que o LinkedIn, como muitas outras plataformas digitais, funciona por algoritmo, o que quer dizer que quanto mais palavras-chave (específicas e objetivas) tiver associadas ao seu perfil, maior a probabilidade de aparecer nas pesquisas.
  6. Histórico profissional:
    • Experiência → preencha este campo descrevendo, de forma resumida, as empresas em que trabalhou e as funções desempenhadas. Opte por apresentar as informações por tópicos para facilitar a leitura.
    • Formação académica → identifique as suas habilitações académicas.
    • Certificações → coloque os cursos e formações que frequentou, que o certificam para exercer determinada atividade.
    • Voluntariado → caso tenha praticado acções de voluntariado, preencha este campo identificando as experiências mais recentes.
  7. Competências → acrescente as competências técnicas e comportamentais mais importantes para as funções que desempenha e para o seu posicionamento pretendido. Reorganize as suas competências de forma a que as 3 mais importantes fiquem cem primeiro lugar, visíveis na sua página.
  8. Conquistas:
    • Cursos → identifique cursos frequentados que lhe permitam aprimorar conhecimentos, sem atribuição de certificações ou grau académico.
    • Projectos → coloque os principais projectos em que esteve envolvido e os resultados obtidos.
    • Idiomas → preencha com os idiomas que poderá utilizar para estabelecer contactos e interagir com outros profissionais. Não se esqueça de colocar “português” como idioma nativo (caso o seja), em conjunto com os restantes em que tenha fluência.
    • Outras secções → poderá preencher outras secções de Conquistas como Publicações, Patentes, Reconhecimento ou prémio, Nota de prova, Organização. Basta clicar no “+” e selecionar as conquistas que quer apresentar.
3. Já criei o meu perfil. E agora?

O LinkedIn baseia-se na força da sua rede e das suas conexões, por isso, agora que já criou o seu perfil, deve começar a estabelecer contactos:

  1. Conecte-se com colegas e ex-colegas de trabalho, profissionais da área, clientes e outros conhecidos seus. Acompanhe o pedido de conexão com uma mensagem personalizada para cada contacto.
  2. Escolha as pessoas em quem confia e solicite recomendações profissionais. As recomendações são exibidas diretamente no seu perfil e servem como reforço da sua marca pessoal. Poderá solicitar recomendações acedendo ao perfil do contacto, clicando em “Mais…” e, de seguida, “Solicitar recomendação”.
  3. Além de solicitar recomendações, deverá, também, recomendar profissionais com quem trabalha/trabalhou. Poderá fazê-lo acedendo ao perfil do contacto, clicando em “Mais…” e “Recomendar”.
4. Como posso aumentar a visibilidade do meu perfil?

O algoritmo do LinkedIn privilegia os perfis ativos. Isto quer dizer que, para aumentar a visibilidade da sua página, deverá produzir conteúdos com alguma regularidade e manter a atividade no seu perfil:

  1. Envie mensagens privadas → poderá enviar mensagens privadas à sua rede de contactos para interagir com ex-colegas ou clientes com quem não fala há muito tempo ou para parabenizar novas conquistas das suas conexões.
  2. Comente/partilhe publicações da sua rede → esteja atento ao seu feed de notícias e interaja com as publicações da sua rede de contactos. Opte por comentários reflexivos, que acrescentem valor ao tema exposto.
  3. Publique artigos → faça publicações sobre temas relacionados com a sua área profissional, tendências de mercado ou informações interessantes sobre empresas alvo.
  4. Siga empresas alvo ou empresas de recrutamento → siga empresas da sua área profissional para que se possa manter a par das novidades, lançamentos de novos produtos/serviços ou até novas ofertas de emprego. Poderá, ainda, identificar conteúdos relevantes para publicar ou partilhar na sua página, através destas páginas.
  5. Participe em grupos profissionais → pesquise grupos no LinkedIn sobre a sua área profissional e peça-lhes adesão. Além de ajudar a manter-se a par das notícias sobre o seu sector, estar integrado em grupos de interesse é uma ótima forma de estabelecer contactos e fazer networking.

Se seguiu estes passos, está pronto para utilizar o LinkedIn e estabelecer contactos com outros profissionais da sua área. Utilize esta plataforma para alcançar mais pessoas e desenvolver o seu networking.

Fonte: LHH-DBM Portugal

Imagem de happyyiu21 em Pixabay