É a primeira plataforma nacional de gamification, isto é, onde as marcas oferecem recompensas reais aos consumidores bastando para isso que visualizem vídeos e respondam a questionários. É assim a AdWin. L’Oreal Paris, Warner Bros, Garnier, Campofrio, Fitness Hut e Chilli Beans já aderiram. Apresenta-se como uma plataforma que permite melhorar a comunicação entre as marcas e os consumidores através do vídeo, completando o ciclo de venda online. Uma relaçãowin-win é o que propõe, através de incentivos para ver os conteúdos, de oportunidades de experimentação de produtos, de recolha de feedback com dados demográficos e de partilha nas redes sociais. Diz a AdWin que, para as marcas, representa um canal de acesso privilegiado e interativo com os clientes. E que, para os membros, atua como um agregador de vantagens, que as marcas disponibilizam como recompensa aos seus seguidores. E porquê uma plataforma de gamification? O fundador da AdWin, José Maria Abecasis Soares, considera que “o consumidor cria cada vez mais barreiras à intensidade publicitária”, pelo que se impunha “reduzir essa barreira e abrir uma nova possibilidade de alto impacto na publicidade online e nas vendas das marcas, através da internet e da crescente utilização do vídeo”. E como funciona a recompensa para os consumidores? A maioria das ações dos membros dentro da plataforma é geradora de cupões. Ver um vídeo, responder a um questionário ou partilhar o vídeo no facebook geram cupões na conta pessoa do utilizador, habilitando-o a ganhar o prémio associado ao vídeo da marca que escolheu. Fonte: AdWin

27 maio 2013, Briefing
Logotipo AdWin

Logotipo AdWin